AJUDE ESSA OBRA


2 de abril - NOSSA SENHORA DO DESTERRO - Oração e história



2 de abril - NOSSA SENHORA DO DESTERRO - Oração e história


História

Belém, Ano 1 D.C.
O Menino Jesus tinha acabado de nascer e recebeu a visita dos pastores e depois dos Reis Magos que vieram do Oriente para adora-Lo.
Tudo era alegria para Maria e José. Mas eis que o rei Herodes resolveu mandar matar o Menino Jesus. O rei tinha medo de Jesus tomar seu trono.
Então no meio da noite o Anjo do Senhor aparece em sonho para José e lhe diz para pegar Maria e o Menino Jesus e fugir para o Egito. E recomende que a Família fique no Egito até que seja avisada para voltar.
José acorda, avisa Maria, que pega o Menino. E fogem no meio da noite deixando tudo para trás em direção à uma terra desconhecida: o Egito.
A Sagrada Família é expulsa, desterrada, de sua terra pela perseguição de Herodes.
E assim surge a devoção à Nossa Senhora do Desterro, padroeira dos imigrantes, e que intercede por nós enquanto caminhamos nessa vida rumo à pátria celeste.


Promessas de Nossa Senhora

Os que rezam a Nossa Senhora do desterro, por sua promessa, serão protegidos contra a fome, a peste, a guerra e das doenças contagiosas. Os seus inimigos não terão poder de ofendê-los, nem roubá-los. Resistirão às tentações do demônio.
Todos os que tiverem confiança nas misericórdias da Mãe do Desterro, serão felizes em seus negócios e viagens. Não morrerão sem a confissão e ficarão livres de uma morte repentina.

Oração

Ó Bem Aventurada Virgem Maria, Mãe do Nosso Senhor Jesus Cristo, Salvador do Mundo, Rainha do Céu e da terra, advogada dos pecadores, auxiliadora dos cristãos, protetora dos pobres, consoladora dos tristes, amparo dos órfãos e viúvas, alivio das almas que penam, socorro dos aflitos, desterradora das indigências, das calamidades, dos inimigos corporais e espirituais, da morte cruel, dos tormentos eternos, de todo bicho e animal peçonhento, dos maus pensamentos, dos sonhos pavorosos, das cenas terríveis e visões espantosas, do rigor do dia do juízo final, das pragas, dos incêndios, desastres, bruxarias e maldições, dos malfeitores, ladrões, assaltantes e assassinos.

Minha amada Mãe, eu prostrado agora aos vossos pés, com piedosíssimas lágrimas, cheio de arrependimento das minhas pesadas culpas, por vosso intermédio imploro perdão a Deus infinitamente Bom.

Rogai a vosso Divino Filho Jesus, por nossas famílias, para que ele desterre de nossas vidas todos estes males, nos dê o perdão de nossos pecados, e nos enriqueça com sua divina graça e misericórdia.

Cobri-nos com vosso Manto maternal, ó divina estrela dos montes.

Desterrai de nós todos ao males e maldições. Afugentai de nós a peste e os desassossegos.

Possamos, por vosso intermédio, obter de Deus a cura de todas as doenças, encontrar as portas do Céu abertas, e convosco ser felizes por toda a eternidade. Amém.

Nossa Senhora do Desterro, rogai por nós que recorremos a Vós.




Comentários